Arquivo para a categoria 'Finanças Pessoais'


Cobertura do primeiro Investcamp

investcamp

Estivemos na primeira edição do Investcamp, um evento aberto com oficinas e bate-papos sobre finanças pessoais, investimentos e economia organizado pelo blog Dinheirama, home-broker LinkTrade e agência Pólvora! Comunicação.

A idéia deste tipo de evento é reunir investidores para discutir abertamente sobre os temas propostos, e não apenas ouvir o monólogo de um palestrante. Eu e Allan ajudamos na moderação das discussões, que aconteciam paralelamente em duas salas no The Hub.
Continuar lendo »

12 dicas de como economizar no Imposto de Renda

ir

A maioria das pessoas tem toda renda baseada em “dinheiro 50%”. O investidor Robert Kiyosaki, autor de vários livros da série “Pai Rico”, costuma chamar o trabalho assalariado desta forma, pois metade do dinheiro acaba indo para o governo.

Muita gente desconhece, mas existem investimentos totalmente isentos de IR (“dinheiro 0%”). Também existem muitas formas legais de economizar impostos, conforme veremos abaixo.

Continuar lendo »

Investindo com inteligência: Como maximizar lucro na Renda Fixa

Sempre tive a impressão que grandes bancos querem empurrar produtos pouco rentáveis para nós e muito lucrativos para eles. Não são apenas os micos dos Títulos de Capitalização, mas também fundos com taxas de administração abusivas. Suspeito que os gerentes têm cotas mensais para vender esses micos, pois vivem ligando para oferecer.

Assistindo a palestra do Cerbasi na Expo Money, lembro dele falando que atingiu seu primeiro milhão fazendo decisões inteligentes sobre seus investimentos.

Uma das decisões que tomei foi não aceitar taxas de administração abusivas cobradas pelos bancos. A motivação para escrever este desabafo é para mostrar como o brasileiro é desinformado, deixando os grandes bancos roubarem suas economias.

Continuar lendo »

Bate-papo com Gustavo Cerbasi no Expo Money

Tivemos a oportunidade de bater um papo informal no café do Expo Money com o autor de vários best-sellers sobre finanças pessoais, Gustavo Cerbasi.

Diferente da maioria dos jovens, ele teve a vantagem de começar a investir após ter estudado finanças e economia na graduação em administração pela FGV e mestrado na FEA.

Ao ser questionado sobre os principais erros antes de atingir seu primeiro milhão, respondeu que teve a felicidade de cometer poucos e os utilizou como aprendizado.

Apesar da disciplina, não conseguiu fugir da tentação de comprar uma empresa no que ele apelidou de “alta festiva” em 2006, período no qual os preços das ações estavam caros pelo otimismo exagerado do mercado, indicando um momento de saída e não entrada.

Garimpagem de ações
Em sua garimpagem pelas melhores empresas para investir, Gustavo costuma comprar empresas com indicador P/L abaixo de 10 e considera importante o dividend yield.

Diversificação
Gustavo acredita que a não diversificação em uma carteira é um erro e deveria ser feita apenas por gestores que conhecem profundamente a empresa a ponto de “poder almoçar com o presidente da empresa”. O mega-investidor Warren Buffet é um exemplo desse tipo de gestão.

Investidor Jovem no Expo Money 2008

Lançaremos a parceria com o homebroker Link Trade na maior etapa do Expo Money, que acontece em São Paulo entre os dias 17 e 19 deste mês.

Estaremos no estande da Link Trade expondo nosso blog e você poderá bater um papo conosco (Bruno Yoshimura e Allan Panossian) durante todo o evento. Além disso, vamos cobrir algumas palestras pelo Twitter e tirar fotos para serem publicadas aqui no blog.

Sobre o evento

São esperados 20 mil investidores nos três dias para assistirem às 180 palestras que abrangerão todos os níveis de conhecimento. Os temas vão desde dicas de como controlar as finanças pessoais até análise fundamentalista de empresas.

Expo Money é a nossa cara!

O perfil traçado nas inscrições deste ano mostra que o público é formado principalmente por jovens de até 34 anos, sem dependentes. Além disso, a maioria dos visitantes (54,72%) já utiliza alguma corretora de valores para compra de ações ou tesouro direto.

Faixa etária dos visitantes
Até 25 anos
25%
Entre 26 e 34
38%
Acima de 35 anos
37%

Obviamente esses números não correspondem à realidade, já que o perfil do investidor brasileiro é um adulto que investe em poupança, renda fixa e previdência. Isso é uma demonstração do amadurecimento da educação financeira no Brasil, já que a maior parte dos investidores interessados nesse aprendizado é jovem!

Cobertura do Expo Money em tempo real pelo Twitter

Iremos cobrir o evento em tempo real pelo Twitter (http://twitter.com/investidorjovem) . Dêem follow em nosso perfil para acompanhar todos os acontecimentos importantes do evento.

Investidor Jovem no Expo Money 2008

Lançaremos a parceria com o homebroker Link Trade na maior etapa do Expo Money, que acontece em São Paulo entre os dias 17 e 19 deste mês.

Estaremos no estande da Link Trade expondo nosso blog e você poderá bater um papo conosco (Bruno Yoshimura e Allan Panossian) durante todo o evento. Além disso, vamos cobrir algumas palestras pelo Twitter e tirar fotos para serem publicadas aqui no blog.

Sobre o evento

São esperados 20 mil investidores nos três dias para assistirem às 180 palestras que abrangerão todos os níveis de conhecimento. Os temas vão desde dicas de como controlar as finanças pessoais até análise fundamentalista de empresas.

Expo Money é a nossa cara!

O perfil traçado nas inscrições deste ano mostra que o público é formado principalmente por jovens de até 34 anos, sem dependentes. Além disso, a maioria dos visitantes (54,72%) já utiliza alguma corretora de valores para compra de ações ou tesouro direto.

Faixa etária dos visitantes
Até 25 anos
25%
Entre 26 e 34
38%
Acima de 35 anos
37%

Obviamente esses números não correspondem à realidade, já que o perfil do investidor brasileiro é um adulto que investe em poupança, renda fixa e previdência. Isso é uma demonstração do amadurecimento da educação financeira no Brasil, já que a maior parte dos investidores interessados nesse aprendizado é jovem!

Cobertura do Expo Money em tempo real pelo Twitter

Iremos cobrir o evento em tempo real pelo Twitter (http://twitter.com/investidorjovem) . Dêem follow em nosso perfil para acompanhar todos os acontecimentos importantes do evento.

Quanto custa manter um carro?

Bruno Yoshimura, co-fundador do Kekanto.com
 » Siga-me no Twitter: @brunoyoshimura e no Linkedin
 » Leia sobre aluguel de ações: clique aqui

Comprar o primeiro carro é o sonho de consumo de todo jovem. Com o alongamento do prazo de financiamento e redução na taxa básica de juros, muitos conseguiram realizá-lo.

Apesar do blog falar sobre jovens e investimentos, resolvi escrever este post depois de descobrir que meu carro é o maior devorador de orçamento mensal que tenho, considerando que ainda moro com meus pais e estudo em faculdade pública.

O primeiro passo de qualquer investidor, é saber poupar. Neste sentido, vale a pena descobrir para onde está indo o dinheiro que deveria ser investido.

Os cálculos que vou fazer são da estimativa das despesas de um Gol City 1.0 Totalflex (anterior ao novo Gol), incluindo gastos anuais com seguro, IPVA, depreciação, combustível, manutenção, estacionamento e até custo de oportunidade (que iremos explicar posteriormente).

Modelo do carro: Gol City 1.0 Totalflex
Valor do carro zero:
R$ 27.676,00 (?)

Gastos fixos (R$ 3.968,00)
  • IPVA 4% (?) – R$ 1.383,80/ano
  • Seguro obrigatório (?) R$ 85,00/ano
  • Seguro R$ 2.500,00/ano (perfil jovem)
Despesas (R$ 3.043,91)
  • Depreciação (5% ao ano – estimativa pelo site da FIPE) R$ 1.383,35/ano
  • Custo de oportunidade= R$ 1.660,56/ano

    (investir o dinheiro, ao invés de comprar o carro: poupança rendendo 6%)

Gastos Variáveis (R$ 2.528,00)
  • Manutenção e peças (pneus, filtro de óleo e ar, pastilhas, fluídos) – R$ 750/ano
  • Troca de pneus a cada 2 anos = R$ 1.000,00 = R$ 500/ano
  • Estacionamento – R$ 150,00
  • Combustível – R$ 1.128,00/ano

    (8km/l | R$ 1,25/l | 600km/mês)

Total: R$ 9.539,91/ano

O valor parece absurdo, mas é real. Muitos se iludem com os baixos valores mensais de financiamentos e esquecem que pagar o carro é apenas o primeiro desafio.

Como conseqüência, podemos ver o aumento na quantidade de carros vendidos com baixa quilometragem, já que muitos não conseguem arcar com as despesas mensais e financiamento do veículo.

Antes de comprar seu primeiro carro, faça as contas e veja se vale a pena. É assim que um investidor jovem deve pensar.

* Por mais assustador que pareçam esses valores, fui conservador. No meu caso, gasto mais que o dobro de gasolina, estacionamento e manutenção. Também desconsiderei que jovens tomam multas e batem o carro com mais frequência. Outro fator que ignorei é o custo de oportunidade da vaga do prédio que utilizo, já que poderia ganhar dinheiro alugando a vaga.

Crédito da foto: andrew_mrt1976’s