investcamp

Estivemos na primeira edição do Investcamp, um evento aberto com oficinas e bate-papos sobre finanças pessoais, investimentos e economia organizado pelo blog Dinheirama, home-broker LinkTrade e agência Pólvora! Comunicação.

A idéia deste tipo de evento é reunir investidores para discutir abertamente sobre os temas propostos, e não apenas ouvir o monólogo de um palestrante. Eu e Allan ajudamos na moderação das discussões, que aconteciam paralelamente em duas salas no The Hub.

Evolução do mercado de ações

O primeiro tema abordado foi sobre a evolução do mercado de ações e o crescimento do número de investidores. Comecei a discussão com uma provocação, para mostrar uma grande motivação do  investimento em ações:

“Estamos na menor taxa de juros da história e, por mais conservador que seja o investidor, não dá mais para se contentar apenas com o rendimento de investimentos em renda fixa, DI e Tesouro Direto”.

Diversificação

No bate-papo sobre diversificação, tivemos uma discussão interessante com Gallego da LinkTrade e Beto Veiga, que começou com uma estatística intrigante: a maioria dos fundos de ação que tentam bater o índice Bovespa (Bovespa), não consegue. Diversificação excessiva pode deixar a rentabilidade medíocre, deixando-a próxima ou inferior ao rendimento do próprio Ibovespa.

Também discutimos sobre o alto custo para um pequeno investidor montar uma carteira de ações diversificada. Uma solução é o investimento nos fundos iShares (PIBB11, BOVA11), que são negociados na bolsa e acabam sendo uma alternativa interessante para diversificação com baixo custo.

Alternativas de investimento (Finanças pessoais)

A terceira discussão deveria ser sobre perfis e alternativas de investimento, mas acabou sendo uma conversa gostosa sobre finanças pessoais liderada por mulheres.  A impressão que tive é que as mulheres estão mais preocupadas com orçamento familiar do que os homens. Acabei citando uma idéia Gustavo Cerbasi, que diz: “uma das melhores formas para acumular dinheiro é poupar antes de gastar“.

Análise Fundamentalista

A última discussão foi sobre Análise Fundamentalista, que contou com a ajuda de Rafael Cintra (equipe de research da LinkTrade) e Navarro. Rafael mostrou como o processo completo de análise fundamentalista, começando da visão macroeconômica, passando pelo posicionamento da empresa no país, pelo setor, até chegar à empresa (microeconomia).

Uma das discussões importantes foi sobre o significado do preço-justo de uma ação e como ele pode ser sensível a mudança das premissas, sejam elas de inflação, juros, crescimento do setor ou preço das commodities (no caso da Vale).

Também comentamos sobre como o investidor iniciante em análise fundamentalista pode encontrar informações sobre a empresa:

  • Site de Relação de Investidores da empresa tem relatórios riquíssimos sobre detalhes da receita, crescimento, exposição dívida, resultados;
  • Stock Guides fornecidos pelas corretoras e bancos, mostrando múltiplos futuros, dividend yield, preço-alvo;
  • Ranking de ações, para ajudar na seleção de empresas para análisar.

Conclusão e impressões

Apesar da diversidade de idade e nível de conhecimento entre os investidores, as discussões fluiram naturalmente e contaram com a participação da maioria dos presentes.

Agradeço ao Navarro pela oportunidade de participar do primeiro Investcamp, que assim como o Investidor Jovem e Dinheirama, contribui com a alfabetização financeira.

Fotos do Investcamp

Veja todas as fotos do Investcamp no Flickr.